Plataforma Urbana Digital da Engenhoca chega a 30 mil visitas e mais de 1.200 matriculados

Inaugurada em abril de 2018, a Plataforma Urbana Digital da Engenhoca, na Zona Norte de Niterói, já chegou a 30 mil visitas. Público, o espaço conta com cursos gratuitos e atividades de lazer. No momento, sete cursos estão em andamento: Fotografia, Desenvolvimento de Jogos I, Introdução à Robótica com Lego, Inglês Básico, Redes de Computadores, Introdução à Apresentação em Slide e Inglês Básico Kids.

A Plataforma conta com telecentro (espaço de universalização digital e de acesso à internet), midiateca (sala de jogos interativos e educacionais), estúdio de áudio, cinema comunitário para exposição de filmes, shows e outras atividades educacionais e de entretenimento. O equipamento é aberto a visitação da população. 

Além das 30 mil visitas, mais de 1.200 pessoas já se matricularam nos cursos da unidade. O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, defende que os projetos desenvolvidos pela equipe multidisciplinar da Plataforma dão perspectiva para quem frequenta o espaço.

“Nós temos um componente muito importante de ensino profissionalizante, com cursos oferecidos para crianças, jovens e adultos. Tenho um orgulho enorme de termos feito importantes recursos da educação da cidade. Somos a única cidade da Região Metropolitana que conseguiu colocar todas as suas crianças no ensino fundamental e na educação infantil obrigatória. Acredito muito que a educação e cultura são fundamentais para o desenvolvimento de uma cidade”, disse.

A subsecretária de Ciência e Tecnologia,  explica que a comunidade do entorno “abraçou” a plataforma, um espaços educativo, cultural e de entretenimento, revestido em uma arquitetura moderna e futurista, equipado com diferentes recursos tecnológicos.

“O que nos inspirou a criar esse projeto foi trazer para a população da Zona Norte oportunidades mediadas pela tecnologia para o mercado de trabalho, para a educação. As plataformas digitais têm a possibilidade de atrair vários segmentos da população, especialmente a juventude, transformando o ambiente social do seu entorno”, 

Moradora da Engenhoca, Janeiva Oliveira, de 48 anos, é aluna de dois cursos: Introdução à Apresentação em Slide e Inglês Básico.

“Cheguei na plataforma para inscrever minha filha no curso de inglês e descobri que eu também poderia fazer aulas. Está sendo muito gratificante aprender duas coisas novas ao mesmo tempo no mesmo lugar em que a minha filha também está aprendendo”, contou. 

Nova Plataforma – Em 2019, o bairro de Santa Bárbara, também na Zona Norte, ganhará uma Plataforma Urbana Digital, nos mesmos moldes da que já funciona na Engenhoca. A unidade ficará em um terreno que já pertence ao município, bem em frente à Praça João Saldanha. A construção começará ainda este ano e a inauguração está prevista para o segundo semestre do ano que vem.

A Plataforma Urbana Digital de Santa Bárbara terá um projeto arquitetônico semelhante ao da Engenhoca, incluindo uma área envidraçada na fachada principal que se transforma em uma tela de cinema. O local também será usado para cursos gratuitos da área de informática, robótica e fotografia com foco em crianças e jovens, além de atividades de lazer para pessoas de todas as idades.

Por Redação ZN Noticias           Fonte: PMN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *