Intolerância religiosa no Maruí.

Um caso de intolerância religiosa ocorreu neste ultimo feriado  de finados (02) de Novembro no cemitério do Maruí, localizado  no bairro do Barreto, zona norte de Niterói. Um grupo de evangélicos vestindo camisas amarelas impediram integrantes religiosos de matriz africana de realizarem um ritual que acontece a décadas neste mesmo local. 

Os infratores chegaram de forma desrespeitosa gerando incomodo e medo aos que ali estavam para tal ato religioso. Relatos afirmam que o grupo em maior quantidade numérica, chegaram gritando palavras ofensivas contra os presentes, cantando musicas contra suas crenças e expulsando os mesmos do local. 

Veja o vídeo postado nas redes sociais. 

“Não podemos nos calar diante dessa situação. Exigimos respeito, isso não pode ficar impune. Espero nunca mais passar por essa situação”, disse Roberto Gomes, testemunha presente no momento. 

A cada 15 horas, o Brasil registra um caso de intolerância religiosa, dentre violências física e verbal, e violação de locais sagrados, em sua maioria contra religiões de matrizes africanas. 

O ZN Noticias repudia qualquer ato desrespeitoso e preconceituoso seja lá qual for a religião ou crença. 

Por Redação ZN Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *