Chuva, caos e medo. Resumo desta manhã em Niterói.

As fortes chuvas que caíram sobre a cidades de Niterói, São Gonçalo, Maricá e Itaboraí, entre o fim da tarde de ontem e a manhã de hoje, causaram uma série de transtornos. Valões e córregos transbordaram, provocando uma enxurrada, com forte correnteza em muitos casos. Em Niterói os problemas se estenderam pela madrugada com alagamento em vários bairros. A cidade entrou em estagio de atenção, com a Defesa Civil informando sobre núcleos de chuva. Nos bairros da Zona Sul, se formaram vários bolsões de água na Avenida Roberto Silveira, e ruas como Mariz e Barros, Lemos Cunha, e Domingues de Sá, por exemplo, em Icaraí.

Na noite de segunda-feira, ocorreram vários relatos de motoristas que tiveram que fazer muitas manobras arriscadas (as chamadas “bandalhas”) pela contramão para escapar de retenções e ruas alagadas nos bairros de Santa Rosa, São Francisco, e em vários bairros da Região Oceânica. Moradores também passaram um fim de noite e uma madrugada tensa em comunidades como Cavalão (Icaraí) e Peixe Galo, em Jurujuba, onde muitos moradores foram pegos de surpresa com a intensidade das chuvas. Muitos córregos e valões transbordaram devido ao volume de água. No Centro, moradores do Morro do Estado se impressionaram com volume de água que desceu de encostas, assim como na Zona Norte, no caso do Complexo do Caramujo. Em vários ruas, como a Mário Viana, uma das principais vias que ligam a Zona Sul à Região Oceânica, na Zona Sul, motoristas se queixaram de muitos congestionamentos e muitos veículos, devido a enxurrada de água e lama apresentaram pane. Na Alameda São Boaventura, felizmente o canal que corta a principal via de ligação entre os bairros da Zona Norte e a Ponte Rio-Niterói não transbordou.

O congestionamento na pista de subida se estendeu até a Rodovia Amaral Peixoto (RJ-104) atingindo os bairros do município de São Gonçalo. Fonseca, Barreto e Engenhoca também registraram transtornos, com ruas alagadas sobretudo as vias de acesso a comunidades.

A Prefeitura de Niterói informou que, devido à previsão de chuva de forte a moderada nas próximas horas, decidiu suspender as aulas na rede municipal de Educação. A Defesa Civil Municipal orienta os moradores a não se deslocarem pela cidade exceto em casos de extrema necessidade. Equipes de pronta resposta da prefeitura continuam acompanhando e monitorando de perto os núcleos de chuva e prestando atendimentos isolados à população.

Não foi registrada entre a noite de ontem e as 7h30 da manhã de hoje nenhuma ocorrência grave. A cidade segue em estágio de atenção.

A Defesa Civil pede ainda que a população acompanhe os canais de comunicação da Prefeitura de Niterói. O Município conta com plantão 24h de monitoramento meteorológico, com envio detalhado de informações sobre a previsão do tempo e de avisos através do aplicativo Alerta DCNIT, SMS (40199) e grupos no WhatsApp. O Twitter (https://twitter.com/NiteroiPref) será atualizado com boletins das chuvas.

(Com informações da Agência Brasil)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *