Segue o erro: Novo ministro da educação é também aluno de Olavo de Carvalho.

O presidente Jair Bolsonaro anunciou em rede social nesta segunda-feira (8) a demissão do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, e informou que o novo ministro será Abraham Weintraub. Bolsonaro reuniu-se com Vélez em um encontro na manhã desta segunda-feira que não foi divulgado na sua agenda oficial. Weintraub ocupava até o momento o cargo de secretário-executivo na Casa Civil. Ele se ligou ao governo eleito ainda na época da transição.

O novo ministro terá como missão debelar a crise de gestão por que passa a pasta da Educação, uma das mais importantes da Esplanada dos Ministérios.

Vélez Rodríguez, colombiano naturalizado brasileiro, tinha tomado posse como ministro da Educação em 1º de janeiro e, além das polêmicas geradas por declarações, enfrentava “guerra interna” por desentendimentos entre militares e “olavistas”.

Na sexta-feira (5), em café da manhã com jornalistas, Bolsonaro disse que o ministro poderia deixar o cargo nesta segunda. Velez, que participava de um evento em Campos do Jordão (SP), contudo, declarou que não entregaria o cargo. Desde janeiro, houve pelo menos 14 trocas em cargos importantes no Ministério da Educação.

A saída de Vélez é a segunda baixa do governo Bolsonaro. Há cerca de um mês, Gustavo Bebianno deixou a Secretaria-Geral após crise envolvendo o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ).

* Com agência Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *