Empresário, grafiteiro, tatuador, desenhista, a zona norte perde Léo Pakato

Morre nesta madrugada de sábado , depois de um grave acidente de moto, Leonardo Conceição Pessanha, também chamado de (Léo Pakato) ou (Pakato).

Pakato como era chamado, sempre foi um bom menino, morador do Pires, no bairro da Engenhoca, zona norte de Niterói, Leonardo desde o inicio de sua adolescência no final da dec. de 90 e inicio dos anos 2000, junto de um dos seus amigos inseparáveis, o também artista Plástico Akuma (Clivison dos Santos), dava inicio ao aprendizado da sua principal paixão artística, o Grafite.

Dos anos 2000 até os dias de hoje, (Pakato) passou de grafiteiro para empresário, dono de um Studio de Tatuagem no bairro do Barreto, o mesmo encantava com sua perfeição em seus traços tanto nos desenhos, tatuagens quanto nos seus grafites. Léo Pakato também era co-fundador do grupo de carnaval “Satânicos”.

O ZN Noticias lamenta a morte e a perda do amigo, do pai e artista Léo Pakato.

Por Redação ZN Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *