Duas lindas poesias do nosso gigante poeta Kurt Helmut

ESSÊNCIA

A poesia mora nos versos,
na simplicidade das coisas
e nas pessoas.

A poesia que reside no meu corpo
foge do meu controle.
Usando como fuga
o universo de poros existentes em minha pele,
toda minha essência
é compartilhada com o vento.

___________________________________________________________________

A MULHER E OS SEUS BOTÕES

A sutileza dos botões…
Gostei da foto,
senti uma vontade
de observá-la mais de perto.

No instante do click,
poder eternizar,
em poucos versos,
a poesia em flagrante
com a cumplicidade
de um vento quente
que beijou a minha pele
e calou a minha boca.

TrucK Tumleh
www.kurt.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *