Depois de fala infeliz do Bolsonaro: Bovespa cai mais de 5%; Petrobras despenca 20%, dólar bate 5,51

Às 11h19, o Ibovespa caía 5,36%, a 112.081 pontos, pressionado pelo tombo nas ações da Petrobras, que têm peso de 10,27% no índice. 

A bolsa de valores brasileira, a B3, opera em forte queda nesta segunda-feira (22), após o presidente Jair Bolsonaro ter anunciado na noite de sexta-feira a indicação de um novo presidente-executivo para a Petrobras e com agentes financeiros enxergando aumento relevante de risco político no país, principalmente de ingerência governamental em estatais.

Perto do mesmo horário, as ações ordinárias (PETR3) derretiam 20,52%, a R$ 21,53, e as preferenciais (PETR4) tinham baixa de 20,20%, a R$ 21,81.

Os papéis da Eletrobras e do Banco do Brasil também eram negociados em forte queda, com uma desvalorização ao redor de 10%.

Na sexta-feira, o Ibovespa fechou em queda de 0,64%, a 118.420 pontos, acumulando baixa de 0,84% na semana. Na parcial do mês até sexta, o índice acumulou avanço de 2,92%. No ano, a queda estava em 0,49%.

Dólar

Por conta disso, as ações da Petrobras começaram o dia despencando. Por conta das 10h30, os papeis ordinários e preferenciais da estatal caíam cerca de 17%, negociados na casa dos R$ 22. O tombo é o maior do pregão desta segunda-feira e puxa para baixo o Ibovespa. O principal índice da B3 caía 4,64% por volta das 10h30, aos 112.939 pontos. Com isso, o dólar já bate os R$ 5,51 — valor que ainda não havia sido visto neste ano.

Por Redação ZN Noticias Fonte:G1 / Correio Braziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *